Arquiteto espanhol dá nova vida à fábrica de cimento desativada

Fabiano Alcântara

Por

Atualizado em 1/03/2017

Arquiteto espanhol dá nova vida à fábrica de cimento desativada

DesignBoom/Reprodução Arquiteto espanhol dá nova vida à fábrica de cimento desativada

Leia mais

Em 1973, o arquiteto espanhol Ricardo Bofill encontr0u uma fábrica de cimento desativada na Catalunha, Espanha, um enorme composto de silos e edifícios cobertos de túneis subterrâneos. Bofill decidiu comprar a estrutura da Primeira Guerra Mundial e fazer modificações na estrutura original, a fim de criar um espaço com inspirações do surrealistas, abstratas e elementos brutalista encontrados na forma industrial.

A construção para transformar os edifícios levou um pouco mais de um ano e meio. Depois que a poeira abaixou, foram construídos jardins e outras instalações. A fábrica abandonada deu lugar a uma catedral, oficina, residência e estúdio.

Apesar de mais de 40 anos da nova função, o projeto está em constante evolução e Bofill não o considera totalmente concluído. “Eu tenho a impressão de viver em um universo fechado que me protege da vida fora e todos os dias”, disse Bofill em seu site. “A Fábrica de Cimento é um lugar de excelência do trabalho. A vida continua aqui em uma sequência contínua, com muito pouca diferença entre trabalho e lazer”, completou.

A casa do espanhol foi destacada pelo site DesignBoom.

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários