De altares a jazigos, veja detalhes de igreja histórica no Centro de São Paulo

Fabiano Alcântara

Por

Atualizado em 7/04/2017

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Gabriel Quintão Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Leia mais

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco. O nome é pomposo, mas o interior deste tesouro escondido no Centro de São Paulo é mais. São altares que reluzem a ouro, esculturas, pinturas, entalhes, obras de arte fantásticas.

O Virgula esteve na igreja mantida pela Venerável Ordem Terceira de São Francisco e revela em primeira mão algumas imagens, inclusive de obras que ficam guardadas atrás de portas gigantescas, trancadas por chaves pesadas.

Inaugurada em 1787, a partir da ampliação e reforma de uma capela construída em 1676, a igreja é o único exemplar construído em taipa de pilão remanescente da arquitetura do século 18 no núcleo urbano de São Paulo. Desde sua construção e até hoje, ela é mantida pela fraternidade de leigos que no passado representava a elite.

Localizada no Largo do São Francisco, ao lado da Igreja de São Francisco, ela passou por um restauro que fez com ficasse fechada entre 2007 e 2014. “Algo muito curioso que acontece aqui é que muitas pessoas são devotas de São Francisco, elas vêm à missa diariamente e ocasionalmente entram na igreja e se surpreendem com o espaço porque desconhecem que há uma igreja do lado. Às vezes, até acham que é contíguo, que seja o mesmo edifício”, afirma a pesquisadora Rosângela Aparecida da Conceição, professora de história da arte.

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Gabriel Quintão Rosângela Aparecida da Conceição, professora de história da arte

Rosângela realiza, de forma voluntária, a catalogação dos acervos têxteis e em papel, especialmente materiais gráficos e fotográficos e mantém o blog Vestes e Ornatos, com estudos sobre têxteis litúrgicos, ornamentação e arte decorativa.

A professora nos contou um pouco da história da igreja e de sua relação com o primeiro santo brasileiro, Santo Antonio Sant’ana Galvão, que foi arquiteto e projetou a reforma que transformou a capela em igreja, inclusive tendo desenhado a cúpula da igreja, em formato octogonal.

“Havia uma capela primitiva que foi construída em 1676. Quando ocorreu uma ampliação desta capela quem fez o projeto construtivo foi frei Galvão, que hoje é Santo Antonio Sant’ana Galvão. Ele fez o processo para adaptação do espaço para construir, além da capela, uma igreja mesmo, onde a gente vê uma coisa muito característica, que é essa cúpula octogonal. Você vai ver algo similar aqui no mosteiro da Luz, que também é um projeto dele”, afirma.

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Gabriel Quintão Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Em relação à Venerável Ordem Terceira de São Francisco, ela nos situa: “Ela é uma ordem religiosa, ligada à igreja, há uma orientação espiritual ligada à Ordem Primeira, que são os frades, mas o que acontece é que a Ordem Terceira é uma ordem de leigos. Muitos são casados, às vezes divorciados, solteiros, mas querem ter uma vida franciscana e por conta dos compromissos já assumidos não conseguem ser um sacerdote”, diz. “A primeira são os freis, a ordem segunda são as clarissas e a terceira são os leigos”, enumera.

Uma olhada na cúpula revela alguns símbolos que parecem saídos de um livro de magia. “As pessoas acham que tem a ver com ocultismo, mas isso é um símbolo muito antigo do Cristianismo, que é apropriado depois. Você vê, Napoleão se apropria deste símbolo, vai aparecer no seu cetro. E o triângulo é uma figura que já ocorre em várias imagens. O triângulo é uma figura perfeita dentro das figuras geométricas”, afirma.

Em relação aos diferentes níveis de compreensão dos símbolos religiosos, a professora prossegue: “Depende muito da formação do espectador que vem aqui. Eles podem achar, por exemplo, que o símbolo de São Francisco seja outra coisa, mas o que temos ali é a mão de São Francisco, onde você tem um manga marrom, e a mão de Cristo na frente com uma cruz atrás. Esse é o brasão da ordem, é o símbolo franciscano”, diz.

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Gabriel Quintão Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Ela diz que o fato de muitas pessoas não terem uma formação religiosa, com catecismo, afetou o entendimento da simbologia nos tempos atuais. “Até os anos 80, as pessoas conheciam mais a história dos santos e imagens. Hoje, quando nós fazemos uma visita aqui, em parte a gente tem que apresentar para o público visitante quais são as imagens que estão aqui e por que elas se apresentam daquela forma. É o caso do Cristo Seráfico, que é uma das formas de se representar o momento em que São Francisco recebe as chagas de Cristo. E aqui nós temos esse conjunto escultórico onde nós vemos o Cristo com as seis asas e atrás dele os raios e atrás dele tem uma coroa”, descreve.

“Eu acredito que essa ordem mereça um trabalho de divulgação, não apenas pelo seu conjunto visível, daqueles que acessam a igreja, mas de parte do seu acervo que tem uma importância até internacional, mas que é pouco conhecido”, afirma.

Rosângela diz também que o santo arquiteto tem sido um chamariz para o local. “A igreja tem uma frequentação maior a partir do momento de canonização do Frei Galvão porque como ele foi orientador espiritual aqui nesta ordem e construtor também”, diz.

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Gabriel Quintão Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Na sala onde ficam os jazigos, Jorge Neves, tesoureiro da ordem, fala sobre o que o leva a ser um franciscano hoje. “O santo em si, não é ele que faz o milagre. Existe um santo para gente se espelhar na vida que ele teve. Você procura seguir o caminho dele. Como Jesus diz no evangelho, Deus quer que todo mundo seja santo. Você que vai escolher, você que sabe, Deus não quer que ninguém vá para o subsolo.”

Jorge chama Maria Nascimento, ministra da ordem. Ela comenta sobre os aspectos que costumam atrair visitantes à igreja. “A nossa história coincide com a construção de São Paulo. Muitas coisas que aconteciam na cidade estão registradas nos nossos livros de atas”, diz.

Em relação sobre o que faz com que as pessoas busquem o santo hoje em dia, ela defende: “Francisco de Assis é uma pessoa bem atual. O estilo de vida dele, a mensagem que ele trouxe para o povo de Assis na sua época e traz ainda hoje é uma mensagem de paz, de fraternidade, de respeito, de amor à natureza. Aspectos que infelizmente a nossa sociedade foi perdendo ao longo do tempo. Ela vai ficando egoísta”, constata.

“Essa igreja quando ela foi construída e a ordem franciscana da época, ela era muito da elite. Todas essas pessoas importantes faziam parte da ordem porque era um status também. Hoje já não é mais assim”, diz. “A nossa missão hoje é preservar esse patrimônio que foi construído com o esforço e o interesse de muitos no passado”, completa Maria. “Esta igreja conta muitas histórias.”

SERVIÇO

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco
Largo São Francisco, 173 , Sé, São Paulo
Visitas agendadas aos sábados
Missas aos primeiros e terceiros domingos de cada mês, às 9h
Páscoa: 13/4, quinta, Adoração do Santíssimo Sacramento, com vigília das 20h30 às 22h
14/4 Sexta-feira da Paixão, aberta das 9h às 12h

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

1 de 62
Compartilhe Twitter Google +

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Símbolo dos franciscanos apropriado

Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco

Créditos: Gabriel Quintão

Sugerir correção

Recomendados para você

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários