É de comer? Artista cria pequenas torres de bolo que cabem na palma da mão

Por

Atualizado em 11/04/2017

Arte fofíssima e não comestível de Rachel Dyke

Divulgação Arte fofíssima e não comestível de Rachel Dyke

Preparar um bolo é um gesto de carinho, ainda que culinário. A sobremesa aquece o coração, torna o dia mais bonito e feliz, faz com que a contagem de calorias desapareça – ou valha cada pedacinho fofo e recheado.

Para homenagear a arte da confeitaria, Rachel Dyke resolveu transformar bolos em esculturas lindas e cheias de detalhes que cabem na palma das mãos. A artista, que é especialista neste tipo de miniaturas, alerta para um detalhe não tão saboroso assim: os bolinhos não são comestíveis, tá?

Com ferramentas específicas e pequenos pincéis, ela é capaz de criar bolos pequeninos e incríveis, de dar água na boca.

Olha que fofura:

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários