Dramaturgo é acusado de abuso por ex-aluna 15 anos mais nova que foi sua aluna

João Vieira

Por

Atualizado em 10/05/2017

Leia mais

A diretora e arte-educadora Heloísa Cardoso, de 25 anos, acusou um famoso dramaturgo paulista de ter mantido um relacionamento abusivo com ela durante seis anos. A revelação foi feita pela própria Heloísa através da página Contra o Machismo nas Artes, em vídeo que você pode ver acima.

Ela não quis dizer o nome da pessoa, mas, ao Virgula, uma fonte próxima da vítima que não quis se identificar disse se tratar de Cássio Pires.

Cássio obtém o título de mestre em Artes pela Universidade de São Paulo (USP) desde 2005. Ele é diretor artístico da Filme Bê e autor de obras famosas, como Ifigênia, A Carne Exausta e Mais Um. 

Há outras vítimas que relataram terem sido abusadas pelo mesmo homem.

Segundo Heloísa, a relação começou ainda em 2009, quando ela tinha apenas 17 anos e era paquerada pelo professor, ao que correspondia. O caso se oficializou dois anos depois, quando o dramaturgo teria revelado que era casado, mas estava em um relacionamento aberto. “Passamos mais um ano juntos, e durante esse ano minha autoestima foi destroçada. Ele me dava esperanças de que iria se separar da outra mulher para me assumir, mas isso nunca acontecia, e eu era cada vez mais negligenciada. Foi quando decidi terminar, no final de 2012″, relata ela.

Cássio Pires é dramaturgo

Reprodução Cássio Pires é dramaturgo

Heloísa disse ter começado a tomar remédios controlados por depressão, chegando até a tentar se matar por overdose após ouvir palavras grosseiras por parte do dramaturgo. “Ele me xingou, disse que não me respeitava e se isentou de todas as responsabilidades pelo término, jogou tudo em cima de mim. Como ele era o meu maior parâmetro, tanto afetivo quanto profissional, eu levei tudo a sério e me senti muito culpada. Esse sentimento de culpa me bloqueou, todas as pequenas relações que tive depois foram super conturbadas e fiquei com a sensação de que estraguei tudo com a única pessoa capaz de me amar”, afirmou.

No ano passado, o diretor, de acordo com Heloísa, fingiu estar com uma grave doença cardíaca e estomacal, que teria descoberto, posteriormente, que o problema não tinha cura. “Ele me enviou uma mensagem de despedida que pareceu muito suicida, principalmente considerando o desequilíbrio dele nos últimos dias. Tentei ligar e o celular dele já estava desligado”, contou em outro trecho.

Heloísa Cardoso tem 25 anos

Reprodução Heloísa Cardoso tem 25 anos

No fim, a diretora disse ter descoberto que ele inventou a doença e estava com a esposa de férias quando ela descobriu. “Ele não me bateu. Mas durante 6 anos ele abusou de poder, fez mal uso do discurso libertário sobre o amor, destruiu minha autoestima, me culpabilizou, tirou vantagem da minha dependência emocional, fez terror psicológico, foi irresponsável, mentiu, manipulou e tentou destruir minha sanidade mental. Isso também é abuso”, descreveu ela, que disse ter aberto um processo contra o dramaturgo.

Procurado através da Filme Bê, Cássio Pires não retornou contato até o momento da publicação desta reportagem.

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

1 de 10
Compartilhe Twitter Google +

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Tem certeza que você não flertou ou provocou primeiro?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Você bebeu demais ou usou alguma droga, né?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Por que você estava fora de casa àquela hora?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Você deve ter dito alguma coisa que o irritou.

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Você tem certeza que as coisas aconteceram desse jeito, mesmo?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Você deixou claro que não queria nada?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Você não está exagerando um pouco?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Precisava ter saído com essa roupa, também?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Será que vale a pena fazer esse escândalo? Uma conversa não resolve?

Créditos: Giphy

10 coisas que você não deve dizer a vítimas de assédio e violência sexual

Nem foi tão grave assim, né. Que tal deixar para lá e superar?

Créditos: Giphy

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários