Mãe é acusada de abuso por fotografar pai cuidando do filho doente no chuveiro

João Vieira

Por

Atualizado em 27/01/2017

Foto de pai com o filho está sendo investigada por abuso infantil

Heather Whitten/Facebook/Reprodução Foto de pai com o filho está sendo investigada por abuso infantil

Leia mais

Heather Whitten é fotógrafa documental. Em 2014, ela fez sucesso nas redes sociais ao publicar uma foto do filho, Fox, com seu marido, Thomas, no chuveiro. Na ocasião, o garoto estava doente, vomitando e com diarreia. O pai entrou no banho com ele para acalmá-lo e confortá-lo.

Com 9 milhões de pessoas alcançadas, o post recebeu apenas uma queixa, o bastante para que o casal passasse a ser investigado pelo Departamento de Segurança Infantil do Arizona e pela polícia da cidade onde moram, Sahuarita, por – pasmem – abuso infantil.

Na ocasião, as autoridades reconheceram que não havia nada a ser investigado. Só que, agora, uma investigadora do Departamento resolveu recolocar a acusação novamente em julgamento. “[Ela] escolheu me considerar uma mãe imodesta, negligente e abusiva depois de uma única entrevista que demos”, disse Heather, que completou: “mais tarde, ela deixou claro que estava baseando a maioria de suas opiniões negativas sobre mim no fato de que, durante a entrevista, eu amamentei um dos meus filhos gêmeos sem cobrir a mim ou a ele. Naturalmente, ela não poderia tomar qualquer tipo de medida contra nós por qualquer uma de suas alegações – uma era forçada e a outra, eu amamentar em público, um ato normal e protegido por lei”. O desabafo foi feito via Facebook.

Thomas passou horas com a criança. Segundo Heather, ele limpava o filho toda vez que ele se sujava com vômito ou a diarraia. “Foi um momento poderoso para nós como pais (…) Eu sentada no chuveiro, olhando para os dois em minha frente, fiquei encantada com a cena. Esse homem. Esse marido, parceiro e pai. Ele foi tão paciente e tão amoroso e tão forte com o nosso pequeno filho em seu colo. Os sussurros de segurança para Fox, de que ele estaria bem logo e de que Thomas tomaria conta dele, eram tão firmes e tão honestos”, explicou ela.

O grande problema são as consequências que esse caso pode ter em sua vida. Heather será ouvida pela Justiça no dia 3 de fevereiro. Caso o Departamento de Segurança Infantil do Arizona ganhe a causa, o nome da fotógrafa será adicionado ao Registro Central do Arizona por 25 anos, uma lista de pessoas que cometeram abuso infantil no Estado.

Se isso acontecer, Heather não poderá mais cuidar, trabalhar com ou adotar crianças. “Não poderei continuar meu trabalho de apoiar crianças ou adultos vulneráveis. Não apenas no estado de Arizona, mas em todo o país”, contou ela. Por isso, uma campanha de arrecadação de fundos para despesas legais no site Go Fund Me arrecadou cerca de US$ 5 mil em pouco mais de oito horas.

17 dicas para dar tudo certo na gravidez

1 de 17
Compartilhe Twitter Google +

Abdominais

“A gestante deve evitar abdominais principalmente após o início da gestação”, afirmou Leite

Créditos: Visual Hunt

Andar de bicicleta

Segundo Paula, andar de bicicleta não é indicado por mulheres grávidas pelo risco de queda e choque que podem ter consequências fatais para o feito. A bicicleta ergométrica é indicada apenas para mulheres com condicionamento físico prévio à gravidez, de acordo com a especialista, sempre seguindo recomendações médicas

Créditos: Visual Hunt

Andar de moto ou a cavalo

“A gestante não deve andar de moto e cavalo por conta do risco de qualquer impacto ou queda”, afirmou Leite

Créditos: Visual Hunt

Bebidas alcoólicas

“Se for um consumo moderado, no caso uma taça por semana. Mesmo assim, a mãe deve evitar as bebidas destiladas. Bebidas alcoólicas em excesso podem levar a Síndrome Alcoólica Fetal que afeta o desenvolvimento do próprio feto”, explicou o obstetra Luiz Fernando Leite

Créditos: Visual Hunt

Coçar barrigas e seios

Não existem restrições, segundo os especialistas, e sentir coceira nas regiões que estão aumentando de tamanho é comum na gravidez. Paula ainda reforçou que não existem provas que coçar as regiões causa estrias, como muitas mulheres acreditam. “O segredo é hidratar a pele e não ganhar muito peso na gestação”, contou a médica sobre como evitar estrias na gestação

Créditos: Visual Hunt

Comer peixe cru

Diferente da crença popular, comer peixe cru é permitido durante a gravidez. É importante, porém, que o peixe esteja em boas condições, alertou Leite. “Muitas grávidas temem toxoplasmose, mas não existe toxoplasmose no mar, então o peixe não causa”, acrescentou Paula.

Créditos: Visual Hunt

Depilação a laser

Créditos: Visual Hunt

Depilação com cera

A depilação com cera quente ou fria pode ser feita normalmente em mulheres gravidas, garantiu Leite

Créditos: Visual Hunt

Depilação com laser

Segundo Paula, não existem estudos que mensurem os efeitos colaterais do laser em bebês, se usados durante a gravidez, portanto, o método não é indicado

Créditos: Visual Hunt

Musculação

Os exercícios precisam ter acompanhamento de um profissional da área, aconselhou Leite. É importante avaliar também, segundo Paula, o condicionamento físico que a mulher tinha antes da gravidez

Créditos: Visual Hunt

Nadar no mar

“A gestante pode frequentar as praias, porém sempre estar acompanhada no caso de entrar no mar. É importante evitar que ondas fortes batam diretamente no ventre”, disse Leite

Créditos: Visual Hunt

Relações sexuais

Desde que a mulher não apresente sangramento ou perda de líquido, a vida sexual pode seguir normalmente, afirmou Leite

Créditos: Visual Hunt

Sauna

Não é indicado para gestantes devido à baixa concentração de oxigênio e alta temperatura. “A grávida já tem a pressão baixa fisiológica, a sauna pode piorar a situação e levar ao desmaio”, alertou Paula

Créditos: Visual Hunt

Tomar banho na banheira

Desde que exista ventilação no banheiro e a água não esteja muito quente, o médico Luiz Fernando Leite considera indicado o banho de banheira para gestantes, com o intuito até de relaxamento. Paula acrescentou ainda que existem estudos que apontam benefícios do tipo de banho para mulheres que estão fazendo repouso “por estarem com o líquido muito baixo”

Créditos: Visual Hunt

Tomar laxante

O uso de laxante não interfere na gestação, explicaram os médicos Leite e Paula

Créditos: Visual Hunt

Tratamento para varizes

De acordo com o obstetra Luiz Fernando Leite, do Hospital e Maternidade Santa Joana, é permitido fazer tratamento apenas com meia-elástica e drenagem durante a gravidez. A ginecologista especialista em reprodução humana da Clínica Mãe, Paula Fettback, explicou que tratamentos com laser e cirurgias não são recomendados durante a gestação. “Cirurgia na gravidez só em casos graves com risco de morte”, disse ela

Créditos: Visual Hunt

Viajar de avião

A viagem aérea é permitida até 28 semanas de gestação, no entanto, segundo Paula, não é recomendada após o período, pois a diferença de pressão pode dar início ao trabalho de parto

Créditos: Visual Hunt

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários