Te incomoda? Ensaio realça força e beleza de pessoas com marcas de nascença

Por

Atualizado em 6/03/2017

Como uma tatuagem, sinais também carregam beleza e curiosidade, sem nada de pejorativo

Lisa Haden Como uma tatuagem, sinais também carregam beleza e curiosidade, sem nada de pejorativo

Geralmente, os comentários ouvidos por pessoas que carregam alguma marca de nascença nada têm de gentis ou educados. Esqueceu de lavar o rosto? Seu marido ou esposa te bateu, então? O que é isso, batom? Estes são apenas alguns exemplos dos comentários mais absurdos e preconceituosos que rolam por aí.

As manchas e marcas são apenas um detalhe, como garante a fotógrafa dinamarquesa Lisa Haden. Ela é a autora de um ensaio fotográfico sobre pessoas nascidas com essa condição, mostrando toda a força e beleza que estão por trás dos sinais.

A ideia de Lisa é mostrar que marcas de nascença são absolutamente normais, sem dó ou piedade. “Eu quero confrontar. Por quanto tempo você é capaz de olhar para essas fotos? Quando começa a reparar em outros detalhes, como o nariz, o cabelo ou as roupas dos sujeitos? Quando você os olha por algum tempo, a marca deixa de ser tão interessante”, explica.

Para a fotógrafa, é um lembrete de que padrões não significam tanto, assim. Veja na galeria:

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários