Ao som de "Volta Felipão", Brasil bate a Argentina no Superclássico

O Superclássico das Américas caminhava para terminar tudo igual, mas o Brasil venceu, apesar das fortes vaias para Mano Menezes. Com um futebol fraco, o Brasil bateu a Argentina por 2 a 1 no jogo de ida da competição no estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Jogando claramente para não perder fora de casa, a Argentina segurou o Brasil nos minutos iniciais sem deixar o adversário criar chances. Apostando apenas nos contra-ataques, os argentinos abriram o marcador com Martinez, do Corinthians, aos 19 minutos.

No entanto, a vantagem dos hermanos não durou muito tempo. Após falta sofrida por Lucas, Neymar cruzou na área, e Paulinho, impedido, deixou sua marca. No restante, o Brasil dominou as ações ofensivas, mas sem muita objetividade.

A mesma tônica prevaleceu na etapa final. Enquanto os argentinos só se arriscavam na boa, os brasileiros trocavam passes em busca de uma oportunidade. A chance apareceu aos 26 minutos. Após chute de Leandro Damião, a bola sobrou para Paulinho, que bateu para o gol e fez seu segundo no jogo, mas o juiz marcou impedimento.

No entanto, o jogo se encaminhava para o empate, quando Mano Menezes resolveu tirar Lucas. O treinador irritou a torcida no Serra Dourada. Após a saída do jogador do São Paulo, o estádio cantava “Adeus Mano” e “Volta Felipão”.

O que caminhava forte para um empate mudou no fim do jogo. Após Desabato colocar a mão na bola, o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Neymar marcou e garantiu a vitória para o Brasil.

Agora, os clubes voltam a se enfrentar no próximo dia 3 no estádio Centenário, na cidade de Resistência, na Argentina. Se empatar, o Brasil fatura o bicampeonato do torneio.

Você também pode gostar de:

Comentários: