Guardiola diz que voltará a treinar quando sentir vontade

Fonte: efe

O ex-técnico do Barcelona, Josep Guardiola, declarou na noite da última sexta-feira (21) durante um fórum realizado no México que voltará a treinar uma equipe quando sentir vontade e que ser técnico era uma exceção, pois o normal é viver sua vida e levar os filhos para a escola.

"Não sei quando vou retornar, disse que este ano não treino, se tiver vontade de treinar farei isso, mas neste momento não tenho", explicou Guardiola no evento organizado pela Fundação Telmex, do magnata mexicano Carlos Slim.

Guardiola, que jogou no futebol mexicano no Dorados de Culiacán, em 2006, deu uma conferência para dez mil estudantes da fundação.

O ex-jogador do Barcelona disse que desfrutou o tempo que passou no banco da equipe. "Nunca cheguei ao Barcelona pensando que ficaria toda a vida lá, estive em uma etapa, passei bem e pronto", afirmou.

"Acabou o tempo que quando perdia ficava triste e quando ganhava ficava contente, isso eu perdi, acabou e por isso deixei de treinar", explicou.

O treinador falou por uma hora com os universitários mexicanos e contou lembranças e segredos de sua passagem triunfal pelo Barcelona.

"Todos gostavam de jogar futebol, esse era o segredo do Barcelona, quando se faz algo que se gosta o incrível sai naturalmente. Eles chegavam ao treino sem serem mandados e começavam a praticar", contou.

Guardiola fechou a conferência, que também contou com a participação do ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair e do ex-presidente Luiz Inácio Lula Da Silva.

Você também pode gostar de:

Comentários: