Famosos

Bafo

Famosos que morreram no exercício de suas profissões

Virgula

Por

Atualizado em 20/03/2013

Brandon Lee, filho de Bruce Lee, morreu com um tiro no peito de uma arma que devia estar carregada de festim e não com um projétil. Ele tinha 28 anos e estava gravando uma cena para o filme O Corvo (1994), de Alex Proyas. Assim como ele, outros famosos morreram durante o exercício de suas profissões, ou em decorrência de um acidente no trabalho, como o caso de Tim Maia, que teve uma crise de hipertensão durante o seu último show e acabou falecendo sete dias depois no hospital, e Cacilda Becker, que teve um derrame cerebral enquanto atuava com seu marido Walmor Chagas em Esperando Godot (1969).

No dia 15 de abril de 1984, o famoso comediante Tommy Cooper faria uma apresentação ao vivo na TVamericana. No início da esquete uma assistente lhe ajuda a vestir um casaco. Cooper faz graça com a beleza da mulher e a plateia ri e o humorista desmorona no chão, e a plateia ri mais ainda, sem se dar conta de que o Cooper está morto.

Em setembro de 2012, o baterista Bradford Lee Parker, da banda Generation Esmeralda, dos Estados Unidos, teve um infarto fulminante durante um show do grupo em Ubá, Minas Gerais. 

Há também histórias de filmes que mais parecem lendas. Como a gravação do longa No Limite da Realidade em que durante uma cena de guerra, o ator Vic Morrow, com então 53 anos, salvava duas crianças (Myca Dinh Le, de 7 anos, e Renee Shin-Yi Chen, de 6 anos) e fugia com elas em um helicóptero. Tudo corria bem até que a aeronave cai sobre os atores, decapitando-os.

A cena integrou o falso “filme snuff” – genêro cercado de lendas em que o longa registra mortes reais a fim de entretenimento  – As Faces da Morte (1978), de John Alan Schwartz, que compila de forma aleatória cenas de mortes reais e falsas, feitas com efeitos especiais.

Confira essas e mais outras histórias na galeria acima.

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários

Os comentários estão fechados.