Famosos

Carnaval 2013

Blocos mantêm a alegria no último dia do Carnaval

Virgula

Por

Atualizado em 12/02/2013

Os blocos mantiveram nesta terça-feira (12) a alegria nas ruas no último dia oficial de Carnaval no Rio de Janeiro, após as escolas de samba encerrarem seus desfiles e já começarem a pensar na apuração e em 2014, quanto tudo indica que os enredos irão falar sobre o futebol e a Copa do Mundo.

Sem as escolas de samba, os blocos, apoiados por bandas de música, bateria e milhares de foliões, foram a grande atração desta terça-feira de Carnaval, véspera de Quarta-Feira de Cinzas, quando os cariocas teoricamente começam a retirar a fantasia e voltar à normalidade em meio à ressaca.

A festa, no entanto, ainda está programada para continuar amanhã, com os desfiles de alguns blocos, como o Me Beija que Sou Cineasta, que sai na Gávea. Além disso, nesta quarta-feira (13) é o dia da apuração das notas das escolas de samba do Grupo Especial, e no sábado (16), acontece o desfile das campeãs. No restante do Brasil, o Carnaval também continua e especialmente em Salvador a folia prosseguirá a todo vapor até o final de semana.

Para não deixar a animação cair, quando muitos já demonstram cansaço após cinco dias de festa, os blocos programados para hoje saíram logo cedo.

Um deles foi o Rio Maracatu, que saiu pela manhã na praia de Ipanema. Ao ritmo nordestino do maracatu, o bloco arrastou milhares de foliões, turistas e até mesmo os banhistas que relaxavam na areia.

Outro bloco que saiu cedo foi o Carmelitas, que desfilou pelas pequenas ruas do bairro de Santa Tereza na manhã de hoje. Um dos mais tradicionais e criativos blocos do Rio, o Carmelitas tem com uma de suas marcas as fantasias de freira, que lembram uma noviça que escapava do convento para brincar o Carnaval.

Neste último dia de Carnaval está prevista a apresentação de quase 110 blocos em todo Rio de Janeiro, que devem atrair um público de 440 mil pessoas.

A expectativa é de que a Banda de Ipanema atraia 80 mil pessoas, e a Orquestra Voadora, que usa instrumentos de percussão e de sopro em uma mistura de ritmos, arraste 50 mil.

As doze escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro, após os desfiles de realizados no domingo (10) e segunda-feira (11), que reuniram cerca de 160 mil pessoas no Sambódromo, agora esperam a apuração do júri, previsto para quarta-feira.

Algumas já são apontadas como favoritas, entre elas a Vila Isabel, que desfilou na madrugada de hoje, e a Portela, a última das seis que se apresentaram na noite anterior. As duas fizeram desfiles quase perfeitos e com sambas que agradaram o público.

A Mangueira, a escola mais popular da cidade, foi uma das que mais animou o público, em boa parte graças a uma inovação que trouxe para a avenida, suas duas baterias. A agremiação, no entanto, teve problemas técnicos na saída da Marques de Sapucaí devido a um carro alegórico que ficou preso em uma torre e estourou em sete minutos o tempo limite para a conclusão do desfile.

A Beija-Flor, que é caracterizada por seus desfiles impecáveis e técnicos e a garra dos seus componentes, também é sempre uma das favoritas.

A festa dura apenas cinco dias para os foliões, e como diz a música de Tom Jobim, “tristeza não tem fim, felicidade sim”, e após a folia tudo se acaba na Quarta-Feira de Cinzas.

O Carnaval, no entanto, não termina para as escolas de samba, ainda que isso não signifique festa, e sim muito trabalho. Além de esperar no resultado, as escolas já começaram a pensar no Carnaval do próximo ano e algumas já manifestaram a possibilidade de apresentar desfiles em homenagem ao futebol no ano em que o país sediará uma Copa do Mundo.

“Quando acaba um Carnaval, já temos que começar a pensar no próximo”, disse à Agência Efe Alexandre Couto, diretor de harmonia da Salgueiro.

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários

Os comentários estão fechados.