Com o fim de A Grande Família, Nanini diz: ‘Vivemos tudo que tínhamos para viver’

Redação

Por

Atualizado em 30/08/2014

Trabalhos de Marco Nanini

1 de 10
Compartilhe Twitter Google +

Marco Nanini - O Auto da Compadecida (1998)

Créditos: divulgacao

Marco Nanini - O Bem Amado (2010)

Créditos: divulgacao

Marco Nanini - Amor & Cia (1999)

Créditos: divulgacao

Marco Nanini - A Suprema Felicidade (2010)

Créditos: divulgacao

Marco Nanini - Lisbela e o Prisioneiro (2003)

Créditos: divulgacao

Marco Nanini - O Bem Amado

Créditos: TV Globo/Ana Stewart

Marco Nanini - A Grande Família

Créditos: TV Globo/Blenda Gomes

Marco Nanini - Criança Esperança

Créditos: TV Globo/João Cotta

Marco Nanini - A grande Família

Créditos: TV Globo/João Miguel Júnior

Marco Nanini

Marco Nanini

Créditos: TV Globo/João Miguel Júnior

Após 13 anos no ar como Lineu, de A Grande Família, Marco Nanini gravou as últimas cenas do seriado esta semana. Em entrevista para o jornal Extra, publicada neste sábado (30), o ator contou como foi se despedir desse trabalho.

“Foi um fim muito para cima, num clima ótimo, com todos sabendo que tudo tem um fim. Fico com nostalgia, mas não é uma tristeza profunda, porque nos entregamos bastante e vivemos tudo que tínhamos para viver nesse programa”, revelou o ator.

Em 2011, Nanini falou abertamente sobre sua homossexualidade, pela primeira vez, em entrevista para uma revista. Após três anos dessa declaração, ele garante não ter mudado nada em sua vida.

“Isso foi uma coisa que se encerrou ali. Eu não mudei nada. Nem na maneira como as pessoas me olham. Não presto atenção. Não foi nada bombástico. É uma coisa de foro íntimo. Não tem uma regra, cada um faz quando achar melhor, da maneira que achar melhor. É um direito também, né?”, disse o ator.

Além disso, ele comentou a posição de alguns políticos em relação à homossexualidade: “Há uma covardia em se tocar nesses assuntos contundentes. A Marina (Silva, candidata a presidente pelo PSB) fez um encontro no Jockey Club, ainda com a presença de Eduardo Campos (que morreu num desastre aéreo em agosto). Uma pessoa perguntou a ela sobre a homossexualidade e ela fez cair por terra essas coisas xiitas. Não é. Por questões religiosas, é contra o casamento homossexual, mas a favor da união estável. Isso não é um problema. Tem aquele outro (ele se refere a Marco Feliciano) que acha que é uma praga. Aí, já é ignorância”.

Sugerir correção

Recomendados para você

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários

Os comentários estão fechados.