Exoplaneta é maior esperança de cientistas para encontrar vida extraterrestre

Fabiano Alcântara

Por

Atualizado em 19/05/2017

Sistema Trappist-1

Ilustração da Nasa Sistema Trappist-1

Leia mais

Novos dados sobre a atmosfera de um dos exoplanetas do sistema Trappist-1 estão levando cientistas a crer que podem encontrar vida extraterrestre. O Trappist-1g é um dos planetas com tamanho semelhante à Terra que orbitam uma estrela vermelha da constelação de Aquário. O sistema de sete planetas foi descoberto em fevereiro.

“Novos dados que apontam para a existência de uma atmosfera ao redor do planeta fazem de Trappist-1g a principal aposta dos cientistas sobre onde encontrar vida extraterrestre”, afirmou o jornal português Observador.

Certezas mesmo só em 2018 com o novo telescópio espacial James Webb, da Nasa. “Assim como a vida complexa na Terra depende da existência de uma atmosfera com uma quantidade exata de determinados gases (como o oxigênio ou o azoto) e que consiga persistir ao longo de milhões de anos, também a composição e o equilíbrio de uma atmosfera em Trappist-1g é condição imprescindível para encontrar vida extraterrestre neste mundo a 39 anos-luz do Sistema Solar”, completou a publicação.

O estudo foi submetido à Biblioteca da Universidade Cornell.

Sugerir correção

Recomendados para você

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários