Experimento mostra como é “fácil” se tornar uma falsa estrela do Instagram e receber por isso

Por

Atualizado em 10/08/2017

Falsas estrelas do Instagram

Reprodução Falsas estrelas do Instagram

Leia mais

Ser um influencer de Instragram virou um negócio e agora essa “indústria” vale cerca de US$ 1 bilhão nos Estados Unidos. E se você acha que precisa de um cachorro fofinho ou uma vida incrível para entrar nesse jogo, está muito enganado. Pelo menos, foi isso que tentou provar um experimento feito pela agência de marketing Mediakix. A pesquisa chegou ao resultado que qualquer pessoa pode ter uma conta falta e transformar isso em lucro, com contrato de marcas e tudo mais,

A agência criou duas contas fictícias no Instagram. A primeira centrada no mundo fashion e no lifestyle de uma modelo. A segunda era de uma fotógrafa de viagem. Para a primeira conta, a Mediakix contratou uma modelo e gerou o conteúdo do canal inteiro em um ensaio de um dia. A conta dela era @calibeachgirl310.

Falsas estrelas do Instagram

Reprodução Falsas estrelas do Instagram

Já para a segunda, a coisa foi mais além. Para Amanda Smith (@wanderingggirl), o conteúdo foi todo composto por fotos de bancos de imagens, tiradas em lugares randômicos pelo mundo, sempre com mulheres loiras posando para câmera, mas de forma bem distante.

Depois de escolher as personalidades e gerar conteúdo, a agência foi buscar seguidores. “Nós começamos comprando mil seguidores por dia, porque nós estávamos preocupados que comprar muitos de uma vez poderia chamar a atenção do Instagram. De qualquer forma, nós rapidamente descobrimos que conseguíamos comprar 15 mil seguidores sem encontrar maiores problemas”, explicou a Medialix. E quanto custava isso? Entre US$ 3 e US$ 8 por mil seguidores.

Falsas estrelas do Instagram

Reprodução Falsas estrelas do Instagram

Essencialmente, se os seguidores não curtem ou comentam, é claro que não tem valor algum. O próximo passo foi comprar um falso engajamento. “Depois que acumulamos seguidores, começamos a comprar likes e comentários”, contou a empresa. A Mediakix pagou 12 centavos de dólar por comentário e de US$ 4-9 por mil likes. Para cada foto, eles negociaram de 500 a 2.500 likes e entre 10 a 50 comentários.

O investimento total da Mediakix foi de aproximadamente US$ 1 mil (cerca de US$ 700 para a @calibeachgirl310 e US$300 para @wanderingggirl). Depois que cada conta já tinha 10 mil seguidores, a empresa começou a negociar posts patrocinados para elas. “Nós fechamos quatro negócios, dois para cada conta. A conta fashion conseguiu um negócio com uma marca de biquíni e com uma companhia nacional de comida e bebidas. Já a conta de viagem fechou negócio com uma empresa de bebidas alcoólicas e a mesma empresa alimentícia da fashion”, informou a empresa de marketing. Para cada campanha, as “influencers” receberam dinheiro ou produtos grátis e até ambos.

Falsas estrelas do Instagram

Reprodução Falsas estrelas do Instagram

Os resultados da pesquisa tem preocupado empresas que gastam dinheiro com campanhas de marketing feitas exclusivamente com influencers digitais. Instagrammers com seguidores falsos ou falso engajamento tem tirado milhões de dólares das empresas.

 

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários