"Falos e Vaginas", uma exposição em homenagem a Eros na Colômbia

Fonte: Reprodução/Getty Images

Em homenagem a Eros, a Universidade de Antioquia, na Colômbia, organiza uma exposição sobre os órgãos do prazer representados por pinturas, cerâmicas, esculturas e fotografias, realizando uma viagem histórica pelo erotismo e um encontro com a ciência.

Sob o título "Falos e Vaginas", a mostra percorre "a cultura universal pela representação erótica", desde o "ponto de vista científico", afirmou à Agência EfeJuan Fernando Gutiérrez, porta-voz do Museu da Universidade de Antioquia (MUUA), na cidade de Medellín.

Esta singular exposição abrange "diferentes épocas e culturas com uma grande presença das pré-hispânicas", e também cultua Eros e os órgãos reprodutores, acrescentou Gutiérrez.

A mostra, que estará aberta ao público a partir de novembro, exibe peças das coleções de Ciências Naturais, Antropologia, História e Artes Visuais do próprio MUUA e é complementada com a participação de cientistas, artistas e fotógrafos especializados na arte erótica e no processo reprodutivo de diferentes espécies.

Além disso, o MUUA "foi autorizado a fazer 20 réplicas sobre erotismo" pelo Museu Larco do Peru, que conta com uma única e célebre seleção de peças eróticas do antigo império inca.

A exposição "Falos e Vaginas" ocupa 7 salas em 4 andares do centro universitário. No primeiro espaço, pode ser visualizada uma introdução ao corpo humano através da fisiologia e morfologia dos órgãos sexuais feminino e masculino.

Na Sala Patrimonial do MUUA, será exposta a história das representações de falos e vaginas, "em um percurso histórico do pênis e da vulva em diferentes épocas e culturas", segundo os organizadores.

A sala principal estará dedicada às Ciências Naturais, onde serão exibidos os órgãos sexuais e o processo reprodutivo de diferentes espécies.

As peças antropológicas estarão em outra sala, onde se reconhece a representação erótica e sexual das culturas pré-hispânicas, seguida por outro espaço "só para adultos" que oferece "uma viagem pela temática do gênero e das identidades", agregaram os organizadores.

Em outro espaço, será possível apreciar obras de artistas convidados pelo MUUA, "com temas associados aos órgãos genitais e ao erotismo".

Gutiérrez destacou que entre os artistas convidados estão o pintor Antonio Zamudio e a fotógrafa Patricia Bravo, cuja obra contém uma elevada carga erótica.

Além da mostra "Falos e Vaginas", a Universidade de Antioquia organizou um ciclo acadêmico, cultural e científico denominado "Corpo, desejo e erotismo", onde serão exibidos filmes e peças teatrais para "refletir sobre o tema", concluiu o porta-voz da Universidade de Antioquia.

Comentários: