Pesquisa revela que homens preferem carinho, enquanto as mulheres querem sexo

Fonte: Reprodução/Flickr.com/redroom/

Uma pesquisa realizada com casais dos Estados Unidos, Alemanha, Espanha, Japão e Brasil revelou que os atos de carinho, como beijos e abraços, são mais importantes para os homens que para as mulheres. Os participantes da pesquisa têm de 40 a 70 anos de idade.

O estudo realizado pelo Instituto Kinsey, da Universidade de Indiana (EUA), entrevistou mais de mil casais de cinco países diferentes, sendo que os casais entrevistados estão juntos entre um e 51 anos, e tem mais, 50% dos casais que responderam essa pesquisa estão juntos pelos últimos 25 anos!

Quando perguntados sobre o grau de felicidade no relacionamento e na vida sexual, os homens que recebem mais beijos e carícias são cinco vezes mais felizes que aqueles que apenas se importam com sexo. Já para as mulheres, a descoberta pode ser mais surpreendente: demonstrações de afeto têm pouquíssimo impacto na sua felicidade.

A vida sexual vai melhorando conforme o tempo tanto para os homens como para as mulheres, mas nos primeiros 15 anos do relacionamento as mulheres estão menos satisfeitas com o sexo que os homens.

“Os primeiros 15 anos de um relacionamento podem ser emocionalmente desgastantes para as mulheres, enquanto elas estão cuidando dos filhos. À medida que os filhos crescem, elas estão sob menos pressão e conseguem aproveitar mais”, afirma Julia Heiman, autora do estudo.

A grande surpresa é essa: os homens ficaram mais felizes e satisfeitos com carinhos, beijos, abraços, e também pelo simples fato de saber que suas companheiras curtiram o sexo e tiveram orgasmos, enquanto as mulheres pouco se importaram com carícias e ficaram felizes com a relação sexual.

Comentários: