Rei holandês revela que pilotou secretamente vôos de passageiros da KLM por 21 anos

Por

Atualizado em 18/05/2017

Rei da Holanda (dir.) é piloto da KLM

Reprodução Rei da Holanda (dir.) é piloto da KLM em voos de curta distância

Leia mais

O rei Willem-Alexander, da Holanda, revelou em uma entrevista ao jornal holandês De Telegraaf que ele regularmente pilotava voos de passageiros para a KLM nas últimas duas décadas.

Chamando de um “hobby de meio-período”, o rei disse que ele foi co-piloto da KLM Cityhopper – a linha de curta distância da companhia – por 21 anos. Antes disso, pilotou aviões para a transportadora holandesa Martinair.

Rei da Holanda (dir.) é piloto da KLM

Reprodução Rei da Holanda (dir.) é piloto da KLM

O rei usou regularmente a cadeira do co-piloto para voos de curta distância em toda a Europa. “Para mim, a coisa mais importante é que eu tenho um hobby com o qual eu preciso me concentrar completamente”, disse ele.

“Você tem uma aeronave, passageiros e uma tripulação. Você é responsável por eles, não pode levar seus problemas do chão para o céu. Você tem que desativar completamente e concentrar-se em outra coisa. Isso, para mim, é a parte mais relaxante de voar “, disse Willem-Alexander.

O rei revelou ainda que está treinando para voar com Boeing 737s, que em breve irá substituir a frota de Fokker 70 da KLM Cityhopper. De acordo com as informações fornecidas pela família real holandesa, o rei Willem-Alexander fez seu primeio voo da vida a mais de 30 anos atrás, enquanto ainda era um estudante.

No final dos anos 80, sua paixão levou-o ao Quênia, onde trabalhou como piloto voluntário, primeiro para a organização de assistência médica Fundação Africana de Pesquisa Médica e Educação (AMREF) e, mais tarde, para o Serviço de Vida Selvagem do Quênia.
Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários