Rogério Flausino quer Daft Punk para remixar os 15 anos do Jota Quest

Rogério Flausino costuma tirar o povo do chão com melodias pop, “pra cantar junto”, à frente do Jota Quest, banda que há 13 anos frequenta as listas das mais bombadas do país.

Mas, longe dos palcos, o negócio dele é música eletrônica. Rogério, que já frequentou muita rave e até se arriscou como DJ durante um período, é quem bota pilha para aproximar o som do Jota Quest dos beats eletrônicos. Prova desse empenho são os remixes da banda feitos por DJs e produtores de música eletrônica ao longo de quase 10 anos.

O disco mais recente do Jota Quest, La Plata, do fim do ano passado, acaba de ganhar a primeira leva de remixes. São seis versões da música Seis e Trinta, retrabalhadas por nomes que vão do extremo do pop (DJ Memê e Deeplick) até o lado mais undeground da música eletrônica (caso do remix feito pela dupla Clickbox, que recentemente passou a integrar o time do selo Minus, do canadense Richie Hawtin).
 
O envolvimento de DJs e produtores de música eletrônica com o Jota Quest já foi além da simples encomenda de remixes. No caso do Clickbox, eles chegaram a trabalhar com a banda na pré-produção de quatro faixas de La Plata.

Flausino diz que ainda não chegou a hora de um artista de música eletrônica produzir um disco inteiro da banda. “A gente está aprendendo a fazer esse som (eletrônico). Eu fui lá no fundo do poço, me enfiei de cabeça no universo da música eletrônica. E, com a chegada dessas novas bandas que misturam rock com batidas, tipo Friendly Fires, tudo começou a ficar mais claro pra rapaziada (do Jota Quest). A gente conseguiu dar um passo com La Plata, mas ainda vamos voltar a fazer um som dançante. Precisamos nos reinventar, reencontrar o caminho das pedras. Estamos empolgados”, diz o vocalista.

Frequentador de pistas de dança há anos, Flausino aponta os DJs como grandes responsáveis pelo bom status da música eletrônica hoje. “A função dos DJs foi muito de abrir caminho. Hoje a música eletrônica está presente de uma maneira sólida no pop graças a esses malucos que nos últimos 15 anos se esforçaram para divulgá-la”, avalia.
 
Entre os artistas que já mexeram em faixas do Jota Quest estão nomes com Marky, Anderson Noise, Influx, Bossacucanova e até o israelense Skazi – aquele que mixa psy trance com guitarra de heavy metal. Além de convidados, os próprios integrantes também costumam dar suas versões eletrônicas para faixas da banda: o baterista Paulinho Fonseca usando o aka Fon C, e o baixista PJ, como Neanderthal.

Sem o Jota Quest, Flausino já gravou com uma das duplas mais populares da música eletrônica inglesa, Layo & Bushwacka (juntos, eles lançaram o single Sunshine Ipanema), além de já ter se apresentado no Skol Beats, em 2005, como MC durante o set do DJ mineiro Robinho, ícone da house de Belo Horizonte.

Flausino antecipa que, para a comemoração de 15 anos da banda, quer fazer 15 remixes só com figurões. Além de brasileiros como o DJ Marky, ele sonha com a participação de artistas como Daft Punk, Air, Hot Chip, The Ting Tings e Felix Da Housecat.

E será que essa empolgação toda com a música eletrônica vai levar Flausino de volta às cabines de som? “O lance de ser DJ é coisa pra profissional. Não é brincadeira. Começaram a me chamar pra fazer  'presença' nas festas, como se eu fosse ator da Globo. Mas não sou isso, sempre quis levar uma sonoridade e tal. Se eu fosse tocar de verdade, ia levar a sério mesmo”, garante.

Ouça o remix de Seis e Trinta feito pela dupla Clickbox

<embed type="application/x-shockwave-flash" src="http://www.google.com/reader/ui/3247397568-audio-player.swf?audioUrl=http://virgula.uol.com.br/conteudomp3/seis_e_trinta_click_box_remix.mp3" width="380" height="27" allowscriptaccess="never" quality="best" bgcolor="#ffffff" wmode="window" flashvars="playerMode=embedded" />

Ouça o remix de Seis e Trinta do produtor Deeplick

<embed type="application/x-shockwave-flash" src="http://www.google.com/reader/ui/3247397568-audio-player.swf?audioUrl=http://virgula.uol.com.br/conteudomp3/seis_e_trinta_deeplick_technopop_remix.mp3" width="380" height="27" allowscriptaccess="never" quality="best" bgcolor="#ffffff" wmode="window" flashvars="playerMode=embedded" />

Comentários:

Quem somos

Conselho Executivo:
Luiz Calainho - Tutinha
Diretora de Conteúdo:
Claudia Assef
Diretor Administrativo / Financeiro:
Marcelo Megale
Diretora de Novos Negócios:
Silvia Ruiz
Assistente Financeiro
Priscila Dominguez
Recursos Humanos
Patricia Silva
Redação:

Editores
Fabiana de Carvalho - Diversão
Tuka Pereira - Lifestyle
Vitor Angelo - Famosos

Editores de home
Ronaldo Testa e Julia Baptista

Repórteres
Música: Luciana Carvalho
Lifestyle: Marcia Garbin
Diversão: Gabriel Nanbu
Famosos: Debora Luvizotto e André Nespoli
Inacreditável: Taiz Dering
Esportes: Luiz Teixeira
Pânico: Amanda Ramalho
Fotografia: Gabriel Quintão
Gerente de Mídias Sociais
Margareth Vasconcellos
Gerente de Tráfego e Projetos
Arthur Rodrigues
Fabiana Carrazedo
Marketing Promocional
Luciana Carvalho
Diretor Arte
Zeca Bral
Designers:
Cristina Grosso
Gerente de Desenvolvimento:
Michael Castillo
Equipe de Desenvolvimento:
Rene Weiss
Alice Castillo
Helam Moreira
Gerente TI
Danilo Calçavara
Equipe:
Luan Almeida