Lifestyle

Beleza

Atores ficam feios e exóticos em nome da arte; veja

Virgula

Por

Atualizado em 10/10/2012

Para incorporar os mais diversos personagens, atores e atrizes muitas vezes abrem mão da própria vaidade ou viram pessoas pra lá de exóticas com transformações impressionantes.  A maquiagem é fator fundamental na caracterização dos atores para a composição de um papel. Charlize Theron em “Monster”, filme que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz, virou a psicopata Aileen Wuornos e, além de engordar 15 quilos, teve que raspar as sobrancelhas, usar lentes de contato escuras, implantes dentários e uma maquiagem carregada que simulava manchas na pele. 

Para viver Rosemary em “O Amor é Cego”, a maquiagem e produção de Gwyneth Paltrow levava cerca de quatro horas para ficar pronta e ela usou enchimentos para parecer gorda. A atriz declarou à época que, para entender sua personagem, na primeira vez que se caracterizou andou por lugares públicos só para sentir como as pessoas olhavam para uma mulher acima do peso. O incrível é que ninguém a reconheceu.

Além da maquiagem, atores também estão dispostos a alterar sua forma física para dar veracidade a um papel.  Marion Cottilard, que virou Edith Piaf no filme “Piaf, Um Hino ao Amor”, emagreceu muito e ainda teve as sobrancelhas raspadas para incorporar a cantora francesa. Para viver Mark David Chapman, o assassino de John Lennon, em “Capítulo 27”, Jared Leto engordou 30 quilos e usou um produto no cabelo para dar a aparência oleosa. 

Confira a galeria dos atores que ficaram feios ou exóticos para viverem personagens no cinema.

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários

Os comentários estão fechados.