10 motivos por que você precisa acompanhar o Rio Moda Rio

Por

Atualizado em 13/06/2016

Performances acontecerão na região do Píer Mauá

Osmar Portilho Performances acontecerão na região do Píer Mauá

As carioquices e o lifestyle do Rio de Janeiro inspiram o Brasil e o mundo. Muitas paulistas querem se vestir como cariocas, alguns mineiros também como cariocas e… quem não quer ter o pôr do sol do Arpoador em um pedacinho do seu dia? Só isso já seria motivo pra não perder um evento de moda e lifestyle na Cidade Maravilhosa. Mas a gente, que está acompanhando bem de perto o Movimento Rio Moda Rio ganhar forma, te dá mais algumas razões para ficar de olhos bem abertos no que estará rolando por aqui, no Píer Mauá, na capital fluminense, de 14 a 19 de junho.

Revival dos anos 80
Quem viveu nos anos 80 lembra bem da mochila emborrachada da Company, a irreverência e o jeans da Yes, Brazil vestindo Blitz, a calça baggy de Georges Henri e os blazers de Maria Bonita. Essas quatro grifes que fizeram moda nas décadas de 70 e 80 no Rio de Janeiro, mas ainda extrapolaram os limites do estado e marcaram uma geração no Brasil todo, são homenageadas numa festa – que também é desfile e que também é show – no dia da abertura do evento. A criação é do artista mundialmente reconhecido Gringo Cardia e reserva algumas surpresas…

Xuxa posa para Yes, Brazil. Foto: @thomazazulay/ Instagram

Xuxa posa para Yes, Brazil. Foto: @thomazazulay/ Instagram

Xuxa e Silvia Pfeifer voltam a desfilar
Bom, isso não é mais surpresa, porque até a imprensa internacional já publicou que a Xuxa vai voltar às passarelas. A rainha vai participar da homenagem à grife Yes, Brazil, para a qual já desfilou no passado. Além dela, Silvia Pfeifer, modelo-sensação dos anos 80, deixa a gente matar as saudades da década na homenagem a Georges Henri, para quem já fez campanha na época. E tem ainda Adriana Calcanhotto cantando de novo para Maria Bonita e 80 (sim, você leu 80) meninos e meninas da praia relembrando o estilo tão Company de ser das areias cariocas.

Line-up estrelado
Olha só as grifes que participam do line-up com performances no Píer Mauá e outros locais bacanas da cidade: Osklen, Lenny Niemeyer, Patrícia Viera, Lino Villaventura, Andrea Marques, Maria Filó, BlueMan, Ivan Aguilar, Isabela Capeto, Alessa e Mara Mac. E ainda as estreias de Guto Carvalhoneto, The Paradise (do ex-BlueMan Thomaz Azulay e Patrick Doering) e Martu. O line-up tem a curadoria de Carlos Tufvesson, estilista carioca que já participou de diversas semanas de moda no Brasil.

Guto Carvalhoneto faz sua estreia na passarela carioca

Guto Carvalhoneto faz sua estreia na passarela carioca. Foto: Osmar Portilho

Não é desfile, é performance
Ah, sim. Os estilistas e o curador, Carlos Tufvesson, estão chamando os desfiles de performances porque as apresentações não serão numa passarela que tradicionalmente estamos acostumados a ver. Mudam os formatos do espaço propriamente dito e a apresentação não será apenas com modelos andando fazendo carão. Tanto que as salas de desfiles serão abertas meia hora antes para o que deve rolar antes da exibição da coleção.

Shows
As mentes à frente dessa empreitada fashion são bem ligadas no mundo musical e artístico. Duda Magalhães é da Dream Factory, que produz o Rock in Rio, e Luiz Calainho é da L21, que produz a Art Rio e também responsável pelo Virgula, que é media partner do Rio Moda Rio. Daí você já pode imaginar que os shows terão bastante espaço. Já confirmados estão Johnny Hooker, no dia 15, Dughetto, no dia 16, e Tiê, no dia 17. Os lounges de marcas diversas também levarão alguns artistas, cujos nomes ainda não foram confirmados.

Gastronomia, palestras, make e cachaça
Haverá também palestras, mini-cursos de maquiagem com o maquiador estrelado Marcos Costa e venda de comidinhas e pratos cariocas, além de produtos fluminenses, como a cachaça. A ideia é oferecer um montão de coisas além do desfile, para o visitante curtir mais tempo no local do que só desfile (que afinal de contas acaba rapidinho na maioria das vezes).

Local
O Píer Mauá fica no chamado Porto Maravilha, região história e revitalizada do Rio de Janeiro, onde estão, além do Píer, o Museu do Amanhã, projetado pelo famosíssimo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Aliás, é lá que vai rolar a performance da Osklen, que promete ser linda e surpreender. Também por ali fica o Museu de Arte do Rio, dois prédios interligados, porém bem diferentões – o Palacete Dom João VI, tombado e eclético, e o edifício vizinho modernista, originalmente um terminal rodoviário – onde acontece a apresentação da Maria Filó. Ou seja, só com a programação do Rio Moda Rio, você já vai conhecer lugares bem simbólicos da cidade atualmente. Isso sem contar nos passeios que pode fazer pela cidade. Veja um guia nada óbvio do Rio de Janeiro aqui, só com dicas de personalidades da moda.

Museu do Amanhã está localizado na Praça Mauá

Osmar Portilho Museu do Amanhã está localizado na Praça Mauá

Primeira semana see now buy now do mundo
Mesmo se você ainda não ouviu falar deste termo, é bem possível que goste. Antenado nas discussões mais recentes do mundo da moda, o time que lidera o Rio Moda Rio e fez ele acontecer coloca em prática uma tendência que até agora era só sonho dos fashionistas. É possível comprar, logo após os desfiles, aquela roupa ou peça que você desejou na passarela. No próprio espaço do Rio Moda Rio, serão oito pop ups de marcas que integram o line-up. Saiba quais serão essas marcas aqui. A semana de moda de Nova York também vai fazer isso, mas só em setembro. Os cariocas foram ágeis e conseguiram fazer acontecer a ideia que nasceu lá fora antes mesmo das semanas de moda internacionais.

Garimpo fashion
Você gosta de descobrir novos designers e talentos? A curadora de moda Mariana Salim fez um garimpo de peças de 18 marcas independentes fluminenses, que estarão disponíveis no Espaço Experimente. A ideia é reunir marcas novas a outras já muito conhecidas, como Osklen e Lenny Niemeyer.

Não é só com convite
Democratizar a moda é o objetivo do Rio Moda Rio, segundo seus organizadores Duda Magalhães e Luiz Calainho. Por isso, o evento disponibilizou venda de ingressos (a R$ 65) e, ainda, faz uma apresentação gratuita e aberta a todo o público que quiser conferir na Praça Mauá (na frente do bonitão Museu do Amanhã). Será no sábado, dia 18, às 15h. Um baita de um grand finale, ainda mais se lembrarmos que o local tem lotado – de turistas e cariocas – aos fins de semana.

Sugerir correção

Recomendados para você

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários