Comitiva do Rock mistura Heavy Metal, Sertanejo e Bom Humor

Fonte: Camila Zanforlin

O sucesso encontrado pelos Mamonas Assassinas há mais de 10 anos teve como chave suas letras bem humoradas, esquema que não falha e que atrai públicos de diversas idades que procuram dar boas risadas. A banda Comitiva do Rock segue a mesma linha, com canções parodiadas e temas bizarros do cotidiano. O foco é a mistura do Heavy Metal com o Sertanejo no som, no figurino e nos nomes artísticos. Tudo isso somado a criatividade de parodiar músicas já consagradas por nomes como Chitãozinho & Xororó, Bruno & Marrone, e outras duplas sertanejas, fez com que em três semanas de cadastro no site MySpace, a banda atingisse os 35 mil acessos. Nesta quarta-feira (26), Zezé Cavalera, Marrone Harris, Donizete McBrain, Hudson Vai, Ralf Wylde e a Vaca Metaleira se reuniram no tradicional bar paulista Biroska, na região de Santa Cecília, em São Paulo, para gravar o clipe da música Jeito de Boneca, paródia da canção de Billy Ray Cyrus, que teve versão em português por Chitãozinho & Xororó. O Virgula Musica foi até o local conferir as gravações e bater um papo com a banda. O projeto foi idealizado por Richard Navarro, que interpreta Zezé Cavalera, que se diz fã de Heavy Metal e de Sertanejo. “São estilos antagônicos, mas eu sou um caso a parte. Em 2004 gravei com uns amigos uma versão Heavy Metal da música Evidências, que repercutiu muito bem na Internet. Há um ano, retomei o projeto. Recrutei a galera que já se conhecia pelo cenário do Heavy Metal, chamei os amigos que mais gostava, os mais loucos, com humor, e deu no que deu”. Sobre o sucesso relâmpago no MySpace, os músicos admitem que não esperavam. “Esperado não era, mas estamos trabalhando para criar uma coisa legal mesmo. A surpresa foi a aceitação tão boa para uma coisa tão antagônica”. Ao perguntar sobre a comparação inevitável com os Mamonas Assassinas eles explicam que é uma comparação que existe inclusive internamente. “Eles também gostavam de Heavy Metal. Eu era muito fã, mas em nenhum momento pensei neles para criar o projeto, e sim na mistura do Heavy Metal com o Sertanejo. Acho que nosso som pode até ser comparado, mas nem chegamos aos pés deles. O trabalho dos caras é único, e nunca vai existir igual. Ninguém se propôs a imitar o que eles faziam”, disse Richard. O Clipe “Jeito de Boneca é uma música que fala sobre um transexual, que de tão feminina e bonita pode confundir a cabeça de muito macho por aí”, explica a banda. Para ilustrar a canção, o grupo convidou a travesti Bianca Soares, famosa pelo polêmico filme ao lado de Alexandre Frota e Alessandro de Souza, sósia oficial do Ronaldo Fenômeno. Quem passava pela rua e ouvia a música não resistia e parava para espiar as gravações bem humoradas do clipe da Comitiva do Rock. Confira a galeria com os bastidores da gravação

Comentários: