Veja 10 acontecimentos do Grammy 2014 que indicam ainda haver salvação para a música

Há tempos uma edição dos prêmios Grammy não deixava 'o cheiro de óleo da coxinha' de lado e entrava para a história como 'muito cool'. Neste domingo (26), aconteceu a cerimônia da 56ª edição do Grammy Awards, no Staples Center, em Los Angeles (EUA), que será lembrada como uma noite de grandes parcerias, presenças ilustres e coreografias inimagináveis.

VEJA+

O grande ganhador da noite foi o duo francês Daft Punk, que levou para casa estatuetas nas categorias “Álbum do Ano”, “Gravação do Ano”, “Melhor Performance Pop em Dupla ou Grupo”, “Melhor álbum de música eletrônica ou dance” e “Melhor engenharia de som – não clássica” por Random Access Memories (2013).

1 - E deles também foi a grande apresentação do Grammy 2014, que ao lado de Nile Rodgers, Stevie Wonder e Pharrell Williams, fizeram dançar nomes como Yoko Ono, Paul McCartney, Steven Tyler e muito mais...

Veja a apresentação completa: 

2 - Madonna e o casamento de 34 casais (alguns gays) AO VIVO para o mundo todo: 

No momento mais politizado do Grammy 2014, a diva Madonna roubou a cena e comandou um "rolezinho" com artistas que se manifestaram em nome da diversidade sexual e da equiparação dos direitos.

O palco do Staples Center foi transformado em uma imensa igreja para que 34 casais, alguns do mesmo sexo, participassem de uma cerimônia de casamento comunitário.

3 - A apresentação de Paul MCcartney e Ringo Starr em comemoração aos 50 anos da chegada dos Beatles aos Estados Unidos: 

4 - O Black Sabbath em sua formação original + Kelly Osbourne (filha mais velha de Ozzy) no tapete vermelho do Grammy. Além, é claro, do fato da banda estar concorrendo nas categorias "Melhor canção de rock", "Melhor apresentação de metal" e "Melhor álbum de rock" por 13: 

5 - Jay-Z e Beyoncé, o casal mais (fofo) e poderoso da música pop: 

6 - Pharrell Williams, o cara que em 2013 produziu álbuns de sucesso de nomes como Kendrick LamarMayer HawthorneAzealia Banks, emprestou sua voz para o hit Blurred Lines, de Robin Thicke e colaborou com o DaftPunk, teve seu trabalho merecidamente reconhecido e levou para casa a estatueta de melhor produtor: 

7 - O show do Metallica, que é sempre um show: 

8 - Sobrou espaço para o Vampire Weekend levar o gramofone de Melhor álbum de música alternativa para o excelente Modern Vampires of the City:

9 - O chilique de Lorde ao ganhar nas categorias Melhor Performance Pop Solo e Melhor Canção do Ano com Royals:

10 - Essa foto: 

Comentários:

Álbuns em destaque

TOP 3+ LIDAS

Últimas Notícias