Esther Jardim

Quem?!?! Escritora e detetive particular

TRAIÇÃO FEMININA
Emílio: Quando a mulher trai, ela faz muito bem feito, né? A mulher quando ela dá o bote ... Ela vai certeira. Porque, Esther, você sendo mulher e sendo detetive, porque a mulher tem essa habilidade de trair com perfeição?
Esther: Ela tem a preocupação geralmente com a família, filhos. Então ela vai na segunda-feira no banco, no supermercado, cabeleireiro, faz a unha, ela resolve tudo na segunda. Na terça ela vai pular a cerca, diz pro marido que vai no médico, que vai fazer alguma coisa que ela já fez na segunda ... E ai vai ... e pega sempre a notinha pra poder dizer “Não, amor eu não estava ...”
Emílio: Então quer dizer, ela cerca de cuidados e detalhes

TRAIÇÃO MASCULINA
Emílio: Me fala uma coisa, Esther ... o homem já é um cara assim, mais desleixado no quesito traição, né?
Esther: Não é que ele é desleixado, é que o homem é sexual ... carnal ... Pintou, ele vai, sem a preocupação de marcar pro dia seguinte, de estar cheirosinho, estar bonitinho, com horário e tudo, então ... acontece mais rápido e ele acaba deixando os rastros.
Emílio: Entendi, então ele age com muito mais ... como eu vou chamar?
Esther: O tesão fala mais alto ...

HISTÓRIAS
Emílio: Esther, no seu livro, você narra as histórias, é isso?
Esther: Algumas histórias, de marido e mulher, namorados, casais idosos.
Todos: Casais idosos?!?!
Esther: É, eu coloquei uma história de cada um, pra registrar ... marido gay, essas coisas.
Pior: Ah, eu já gostei desse tema, vou comprar
Esther: Também pra mostrar que existe também um outro lado. Não é só você descobrir a traição, meter o pé na bunda e tchau. Tem que pesar filhos, família ...
Pior: Herança!
Esther: Né? Principalmente ...

Comentários: