KLB

Quem?!?! Banda de irmãos, campanha contra pedofilia

CAMPANHA
Emílio: Até agora eu não entendi o que vocês estão fazendo.
Kiko: Há dois anos trabalhamos nesta campanha “Todos contra a pedofilia”. Hoje, 18 de maio, é dia nacional contra o abuso e exploração sexual da criança. Estamos divulgando uma marcha que sairá da Praça da Sé, aqui em São Paulo. Desde quando a CPI da pedofilia foi instaurada, nós estamos viajando o Brasil inteiro ensinando as pessoas sobre pedofilia, como lidar com isso, como denunciar, como tratar a criança abusada ou até identificar um pedófilo.
Emílio: Vocês vão a todos os eventos promovidos pela campanha?
Kiko: Quase todos.
Emílio: Vocês fazem shows ou palestras?
Kiko: Já rodamos o Brasil inteiro. É um evento que eu conduzo com o senador Magno Malta. A primeira parte é falada. A gente ensina tudo o que eu falei anteriormente. Também reunimos vários artistas para a segunda parte, que é de entretenimento.

DEPOFILIA
Emílio: Hoje, o que é considerado pedofilia?
Kiko: Todo crime praticado contra crianças de 0 a 14 anos é considerado pedofilia.
Emílio: Esta idade é determinada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente?
Kiko: Isso. Uma criança abusada tem grande chance de se tornar um abusador no futuro. Pra você ter uma ideia, sete em cada dez casos de abuso, são praticados pelo pai ou o pai é diretamente responsável pelo abuso. Mais de 90% dos casos são intrafamiliares. A CPI tem apurado casos que são impressionantes. Já descobrimos casos de médicos que transam com recém-nascidos de 20 dias. É esse choque que a gente precisa dar na sociedade brasileira. O Brasil é primeiro colocado mundial na questão de crime pela internet. Hoje, no país, a gente tem mais abusador de crianças do que usuários de drogas. É um mercado que movimenta bilhões de reais.
Bola: É o fim do mundo.

DENÚNCIA
Emílio: Muita criança tem medo de falar o que está acontecendo justamente porque os crimes acontecem dentro das próprias casas.
Kiko: O primeiro conselho que a gente dá é falar com a mãe. Emílio: Se acontece dentro de casa, tem que contar para a professora na escola.
Kiko: Existe no Brasil um disk denúncia. Ou mesmo a PM pode orientar os casos de pedofilia. Há várias medidas que zelam e protegem a criança.
Emílio: Isso é muito complicado porque mexe com a família.
Kiko: Hoje, o mais importante a ser feito é a denúncia.

FAMÍLIA
Amanda: Por que vocês resolveram apoiar esta causa?
Kiko: Porque é muito fácil você ver algo errado na sociedade e ficar afastado, sentado na platéia só criticando. Se você está incomodado, desce e vá pra arena brigar. É o que eu resolvi fazer. Há dois anos e meio eu sustento esta causa e pretendo ficar até quando eu puder. Meu objetivo é defender a família. Eu acho que este ainda é o bem maior que um ser humano pode adquirir durante o decorrer da sua vida. A criança é sempre a próxima geração e, hoje, por conta deste problema, as gerações já crescem abusadas, que família elas vão construir?
Emílio: A pedofilia está nas duas maiores instituições da sociedade: a igreja e a família

Comentários:

Quem somos

Conselho Executivo:
Luiz Calainho - Tutinha
Diretora de Conteúdo:
Claudia Assef
Diretor Administrativo / Financeiro:
Marcelo Megale
Diretora de Novos Negócios:
Silvia Ruiz
Assistente Financeiro
Priscila Dominguez
Recursos Humanos
Patricia Silva
Redação:

Editores
Fabiana de Carvalho - Diversão
Tuka Pereira - Lifestyle
Vitor Angelo - Famosos

Editores de home
Ronaldo Testa e Julia Baptista

Repórteres
Música: Luciana Carvalho
Lifestyle: Marcia Garbin
Diversão: Gabriel Nanbu
Famosos: Debora Luvizotto e André Nespoli
Inacreditável: Taiz Dering
Esportes: Luiz Teixeira
Pânico: Amanda Ramalho
Fotografia: Gabriel Quintão
Gerente de Mídias Sociais
Margareth Vasconcellos
Gerente de Tráfego e Projetos
Arthur Rodrigues
Fabiana Carrazedo
Marketing Promocional
Luciana Carvalho
Diretor Arte
Zeca Bral
Designers:
Cristina Grosso
Gerente de Desenvolvimento:
Michael Castillo
Equipe de Desenvolvimento:
Rene Weiss
Alice Castillo
Helam Moreira
Gerente TI
Danilo Calçavara
Equipe:
Luan Almeida