Infecção que atingiu Pugliesi, erisipela pode causar necrose e até se espalhar para outros órgãos

Nathalia Salvado

Por

Atualizado em 13/04/2017

Leia mais

Este mês, Gabriela Pugliesi dividiu com seus fãs nas redes sociais, que estava sofrendo com uma infecção chamada Erisipela. A blogueira fitness antes achava que se tratava apenas de uma ferida na perna, até um pelo encravado, mas notou que aquilo havia se tornado uma doença mais grave.

Em foto, ela mostrou a perna inchada e vermelha, com uma ferida preocupante. Pugliesi disse ainda que sentia muita dor e contou que precisava ficar com os pés para cima por cerca de 20 minutos para cada uma hora que ficava em pé.

Gabriela Pugliesi teve erisipela no começo do mês de abril

Reprodução/Snapchat Gabriela Pugliesi teve erisipela no começo do mês de abril

Apesar de ser uma doença conhecida, muita gente não sabe do que se trata a infecção, que pode se tornar grave se não tratada. Por isso, o Virgula conversou com a dermatologista Dra. Ana Carolina Sumam para entender melhor a erisipela. Confira a entrevista abaixo e tire todas as suas dúvidas:

O que é a erisipela? 

A erisipela é uma infecção bacteriana – causada por estreptococos beta-hemolítico do grupo A -, que compromete a camada mais superficial da pele e os vasos linfáticos da derme. Geralmente, a infecção acontece através de uma porta de entrada na pele, como um corte ou ferida, por exemplo.

Quais os principais sintomas? 

Os sintomas são: surgimento de placa avermelhada, indurada, edematosa e dolorosa, nitidamente demarcada da pele normal ao redor. Podem ocorrer febre e calafrios, além da dor local.

Gabriela Pugliesi com curativo

Reprodução Gabriela Pugliesi com curativo

Onde as lesões são mais comuns?

As lesões são mais comuns nas pernas, mas podem ocorrer em qualquer local da pele.

Qualquer pessoa pode ter? Há algum grupo que tem mais risco?

Pode acometer qualquer pessoa, mas existem fatores predisponentes como: cortes e feridas na pele, micoses, dermatites, acne, picada de insetos, queimaduras, uso de drogas endovenosas, mordida de animais, linfedema. Além disso, pacientes com Diabetes Mellitus, obesidade, uso de corticoides e imunodeficiências são mais suscetíveis!

Como é o tratamento?

O tratamento é feito com antibióticos orais (nos casos mais graves pode ser necessário antibiótico endovenoso), geralmente, por 14 dias.

Em casos mais graves e de pessoas que acabam não tratando logo no início, o que pode acontecer?

Nos quadros mais graves, a infecção se dissemina e pode causar, além de necrose da pele, infecção de outros órgãos, como a osteomielite (infecção do osso), endocardite (infecção das válvulas do coração) e sepse (infecção generalizada). Os pacientes que demoram a iniciar o tratamento podem ter complicações como abscessos, úlceras, trombose venosa, além das outras já citadas como osteomielite, endocardite e até mesmo sepse. A sequela mais comum é o linfedema (inchaço duro e persistente) que ocorre com surtos repetidos de erisipela.

Quais cuidados tomar para não ter erisipela?

Principalmente nos pacientes com maior predisposição a desenvolver a doença, devem tentar evitar as crises através de cuidados higiênicos locais, mantendo os espaços entre os dedos dos pés limpos e secos, tratando adequadamente as micoses, evitando e tratando ferimentos na pele. Para os pacientes com tendência ao inchaço nas pernas, é importante usar meias elásticas e fazer repouso com as pernas elevadas, além do controle do peso.

 

Antes e depois de pessoas que trabalharam duro para perder peso

1 de 40
Compartilhe Twitter Google +

Antes e depois

92 kg em 2 anos

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 272 kg para 104 kg! 168 kg perdidos!

Créditos: Reprodução

Antes e depois

"Eu pesava 160 kg e sofria de diabetes, pressão alta e fascite plantar. Eu perdi 80 kg em um ano. Me exercito 6 dias por semana e não tenho mais problemas com a diabetes!"

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Menos 89,8 kg em 2 anos

Créditos: Reprodução

Antes e depois

2012 pesava 138,3 Kg. Em 2016, 74,8 kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 111 Kg para 65 kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

"Perda de peso é 90% Dieta, 10% exercício e 100% mental", diz

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De volta a 80 kg!

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Raina perdeu 44 kg depois que os médicos alertaram que ela podia morrer de obesidade

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Donna perdeu 112 kg em 2 anos e virou modelo Fitness

Créditos: Reprodução

Antes e depois

158 kg a menos!

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Em andamento!

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Carley perdeu peso entre março de 2015 e outubro de 2016

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 120 Kg para 65 kg em 18 meses

Créditos: Reprodução

Antes e depois

75,5 kg em 2 anos e 2 semanas

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Foi de 247 kg para 97 kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Albina perdeu 63,5 kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Virou vegana e perdeu peso

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Perdeu 81,6 Kg e ganhou uma vida nova

Créditos: Reprodução

Antes e depois

A resolução de ano novo era ficar abaixo dos 90 Kg. A meta foi batida essa semana!

Créditos: Reprodução

Antes e depois

"Comprometimento e força de vontade"

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 163,2 Kg para 68 Kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

"Depois de começar a treinar, a gordura começou a sair como manteiga e eu consegui ver o progresso. É um sentimento incrível e eu fique muito mais saudável e autoconfiante!"

Créditos: Reprodução

Antes e depois

David perdeu 97 Kg. Ele foi de 197 Kg para 100 em 17 meses

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 145,1 Kg para 54 Kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Perdeu 40 Kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Perdeu 80 Kg em 14 meses

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Perdeu 154 Kg em 3 anos

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 101 Kg para 61 Kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Menos 70 Kg em 15 meses

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Costumava pesar 181 Kg, perdeu 72 kg e resolveu fazer um ensaio fotográfico

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Jill perdeu 196 Kg em 4 anos

Créditos: Reprodução

Antes e depois

"Algumas coisas mudam, outras não!"

Créditos: Reprodução

Antes e depois

1 anos de transformação

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 150 Kg para 102 Kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Laura perdeu 52 Kg em 2 anos

Créditos: Reprodução

Antes e depois

Oliver perdeu 158 Kg em 2 anos

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 124 kg para 81 kg

Créditos: Reprodução

Antes e depois

"Seja paciente, as coisas vão acontecer"

Créditos: Reprodução

Antes e depois

De 134 Kg para 81 Kg

Créditos: Reprodução

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários