Thaynara OG e Hugo Gloss contam seus casos de bullying em vídeo da Netflix

Por

Atualizado em 7/04/2017

Reprodução

Reprodução

A Netflix divulgou um vídeo no Facebook da série 13 Reasons Why que mostra Hugo Gloss, a blogueira Thaynara OG, a atriz Vaneza Oliveira, a jornalista Jaqueline Sampaio e a chef de cozinha Catharina Fischer contam suas próprias histórias de bullying que tiveram que enfrentar durante a vida.

Com a vídeo, a intenção da Netflix é mostrar que a história de Hannah Baker em 13 Reasons Why é uma série inspirada na vida de muitos. Cada um deles, conta sua história como se estivesse falando em um gravador de fita cassete, exatamente como fez a personagem antes de tirar a própria vida.

A Netflix criou um site em que mostra os vídeos individuais de cada um deles e faz um alerta: Precisa de ajuda? CVV (Centro de Valorização da Vida). Ligue: 141 ou acesse cvv.org.br para chat, email ou skype. Para acessar o site, é só clicar aqui!

Bruno Rocha, mais conhecido como Hugo Gloss, conta em seu vídeo sobre o que passou na escola. “Negro, gay, gordo. Eu sempre tive propensão a sofrer todo tipo de bullying por uma coisa ou por outra”, afirma. “Me chamavam de Bruneca. Eu tinha um apelido que era mamão. Não sabia porque era mamão, aí eu entendi que era porque eu tinha peito. Peguei uma faixa que tinha na minha casa e amarrei em volta dos meus peitos para ver se eles sumiam. Até hoje eu acho que ainda tenho complexo de mamão”, conta.

Bruno Rocha, o Hugo Gloss

Reprodução Bruno Rocha, o Hugo Gloss

Jaqueline Sampaio, 28 anos, jornalista, também sofreu bullying e relembrou um caso em que um de seus colegas de escola fez uma letra de funk e distribuiu para toda a classe.  A canção dizia que ela era “um nada, uma prostituta, que era gorda e não merecia estar ali”. “Eram três meninos. teve uma situação que ele cortou meu cabelo e nessa hora todo mundo riu. Eu tinha que ir com duas calças para a escola, porque em várias situações eles tentavam abaixar as calças mesmo, para todo mundo rir”, relembra.

Thaynara OG, 25 anos, blogueira famosa, lembrou que a história dela seria diferente, se tivesse acreditado em tudo o que lhe diziam na época da escola. “Eu sentia que eu sofria um bullying que não era de um só rosto, um só nome, mas que era uma força conjunta que sempre me deixou para baixo, que me fazia acreditar que por eu estar no lugar errado, não teria as mesmas chances que as outras pessoas”, afirma.

“‘Tu com essa cara de índia, tu mora onde? Em uma oca?’, diziam. O meu sotaque sempre foi carregado, cada coisa que eu dizia, a turma repetia e era motivo de risada para muitos, só que constrangedor para mim”, conta.

Thaynara OG

Reprodução Thaynara OG

Já atriz de 3% Vaneza Oliveira, relembrava casos de bullying e racismo. “Aqui quem fala é a Vaneza, a macaca da sala. O saco de pancada de vocês toda vez que o dia era um tédio. Se eu tivesse ouvido vocês, ainda achar que era normal as piadas de macaco ou passar por mim e perguntar se eu não tinha tomado banho”, diz no começo do vídeo.

Vaneza Oliveira, atriz

Reprodução Vaneza Oliveira, atriz

Vale lembrar que os pedidos de ajuda por conta de quadros de depressão que podem resultar em suicídio estão aumentando no Brasil, e a culpa parece ser de 13 Reasons Why. Os atendimentos de órgão de prevenção aumentaram cerca de 100% desde o lançamento da série, na sexta-feira (31) da semana passada.

De acordo com a publicação, o Centro de Valorização da Vida (CVV), associação civil sem fins lucrativos voltada à prevenção do suicídio no país, solicitações de auxílio ou conversas por mensagens e e-mail para a organização estão em crescimento por aqui. Já são cerca de 25 frases mencionando o seriado como motivação.

 

Leia mais

Sugerir correção

Recomendados para você

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários